sábado, novembro 25, 2006

Carlos Drummond de Andrade



Carlos Drummond de Andrade

Poeta e prosador brasileiro (Itabira, MG, 1902 – Rio de Janeiro, 1987). Poesia complexa e profunda, de
múltiplas facetas: a visão de um universo grotesco, a tristeza e horror à vida, o senso de solidariedade humana, a luta pela expressão. Em gênero mais leve, como a crônica, revela, ora com desencanto, ora com espírito satírico, minuciosa observação do quotidiano. Tem sido traduzido para várias línguas e reconhecido o seu valôr humano e poético.


Melody

2 comentários:

lu disse...

Disse um dia este Carlos:
A cada dia que vivo, mais me convenço que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca.

Samuel Fuzati disse...

Ele não disse isso!

O verdadeiro texto, que não se trata de uma poesia e sim de uma prosa, foi escrito por Mary Cholmondeley.

Time of Peace


Visit www.hostdrjack.com


A peace of freedom... Melody